Skip to main content
Algoritmos: Tipos Primitivos

Algoritmos: Tipos Primitivos

Cada Constante e Variável em seu algoritmo deve ter especificado qual o tipo de informação que estes irão representar.

A representação correta e adequada do tipo de informação no algoritmo, fazem com que os recursos computacionais disponíveis sejam otimizado, além de acelerar o processamento. Abaixo veremos os Tipos Primitivos para especificar o tipo de uma Constante/Variável:

Inteiro

Define que a Constante/Variável pertence ao conjunto dos inteiros, ou seja, não possui casas decimais. Podem ser positivos, negativos ou nulos.

Exemplo: quantidade de pessoas em uma fila, contagem de itens, etc.

Real

Define que a Constante/Variável pertence ao conjunto dos reais, ou seja, aqueles que podem ter casas decimais.

Exemplo: PI = 3,14159265, resultado de uma equação matemática, etc.

Caractere ou Texto

Define que a Constante/Variável pertence ao conjunto de caracteres numéricos (0…9), alfabéticos (a…z, A…Z) e especiais (! @ # $ % & *, entre outros). Este conjunto também é conhecido como alfanuméricos.

Exemplo: nome de uma pessoa, endereço, etc.

Lógico

Define que a Constante/Variável só pode assumir dois valores, verdadeiro ou falso.

Além de verdadeiro/falso, este tipo pode ser entendido como: ligado/desligado, 1/0, alto/baixo, V/F, etc.

Exemplo: verificação se a luz está apagada, verificação se um produto foi encontrado, etc.



Murilo Medeiros

Murilo Medeiros, nascido e criado em Piracicaba/SP. Programador, apaixonado por tecnologia. Desenvolvedor Web desde 2012.

2 thoughts to “Algoritmos: Tipos Primitivos”

Deixe uma resposta